Facebook Twitter RSS
magnify
Home Dicas Recreio Carro flex, economia e praticidade
formats

Carro flex, economia e praticidade

Tecnologia lançada em 2003, o carro flex é quase uma obrigatoriedade em todos os carros mais populares. Conheça algumas curiosidades dessa tecnologia!

Mesmo que a gasolina seja o combustível mais beneficente para os carros populares, o etanol ainda tem inúmeros consumidores, oferecendo também maior potência e torque em diversos modelos. Ainda assim é extremamente cômodo e prático a possibilidade de poder usufruir de um carro bicombustível, ficando apenas a cargo da preferência do usuário que pode optar pelo preço do combustível, pela potência, ou por uma combinação entre ambos.

O Volkswagen Gol foi o pioneiro dessa tecnologia em solo brasileiro. Trazendo essa novidade a tecnologia foi evoluindo ao decorrer dos anos. Assim os carros flex são constituídos por motores dotados de uma alimentação convencional além de bicos injetores 30% maiores e com vazão maior do que o comum. Outra diferença significativa da tecnologia de um carro monocombustível é a taxa de compressão do automóvel se posicionando entre os propulsores exclusivos de gasolina e os exclusivos de etanol, porém ela continua variando de veículo para veículo. Depois de anos da tecnologia o Volkswagen Up! se tornou um dos mais econômicos do Brasil, estando entre os 5 mais econômicos de 2017. Entretanto, mesmo com anos de mercado, e de já ser quase uma característica presente na maioria dos automóveis, a tecnologia flex ainda pode deixar algumas dúvidas e inseguranças no usuário que não entende seu funcionamento.

Uma das maiores dúvidas é a possibilidade de mudar de um combustível a outro repentinamente. A verdade é que isso é sim perfeitamente possível e não causa nenhum prejuízo ao carro ou ao motor. Isso é um consenso entre especialista de automóveis. Com seu sistema de injeção o veículo consegue identificar qual combustível está sendo enviado para o tanque e, assim, ajusta todo os parâmetros para o funcionamento eficiente e adequado a fonte que foi fornecida. Isso significa que você pode não só escolher qual deseja usar como também qual a proporção, sem ter nenhum problema com isso.

É recomendável de que, quando um tanque de combustível se esvaziar completamente e você preenchê-lo com o combustível divergente, o usuário rode no mínimo 10 minutos com o novo combustível para precaução de problemas na partida, pois em casos assim o sensor pode demorar um pouco para perceber a troca.

Os carros flex ainda vem desenvolvendo outras tecnologias para trazer mais eficiência ainda aos automóveis que aderem ao sistema de bicombustível. Um exemplo disso é a sonda lambda, que é um sensor de oxigênio no sistema de escape. Sua função é analisar os gases emitidos, que são diferentes se gerados por gasolina ou etanol. No caso de haver muita gasolina/etanol ou ar sendo emitidos nos gases o sistema lança um sinal para a central eletrônica do motor, que por sua vez passa a receber mais ou menos oxigênio.

Muitas são as vantagens do carro flex para o motorista. Além desse sistema estar mais presente em carros populares, ainda são econômicos e práticos, trazendo mais conforto.

Você pode estar acessando os carros da Recreio BH em nosso site. Lá você encontra carros novos e seminovos que terão o sistema flex em suas características.

Confira no site da Recreio BH as melhores ofertas de Volkswagen em BH. Siga-nos no Facebook e Instgram @recreio_bh.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *