Facebook Twitter RSS
magnify
Home Dicas Recreio Entenda os vários faróis do seu veículo
formats

Entenda os vários faróis do seu veículo

É verdade que os veículos estão evoluindo cada dia mais, e com isso várias melhorias vem junto. No meio desse processo temos diversos faróis e luzes para melhorar a segurança e visibilidade no trânsito, mas seria mentira dizer que todos os condutores entendem para que serve cada um deles e como usá-los.

Muitos desses faróis precisam seguir algumas regras para que sejam usados de forma eficiente e o risco de receber multas seja menor. E é para te ajudar com isso que vamos te explicar como usar e qual a diferença entre cada tipo de farol.

  • Curiosidade:

A lei 13.290/06 obriga que os motoristas utilizem o farol baixo em tuneis e estradas, mesmo que ainda esteja claro e bem iluminado pela luz natural. É interessante saber que o governo analise os faróis por três definições que seriam a de posição, a baixa e a alta.

 

Vamos agora entender a diferença de cada tipo de farol:

 

Farol de Posição

Esse farol também pode ser chamado de farolete. Ele possui um baixo índice de iluminação e, portanto, é mais fraco do que os outros. Sua função é estabelecer para os motoristas próximos, em outros veículos, a posição e o tamanho do seu automóvel.

Sua localização geralmente está na região mais lateral do veículo para que a noção de tamanho seja adequadamente transmitida. É recomendável que a sua utilização seja somente durante o período do dia.

 

Farol Baixo

Esse é o principal farol responsável pela iluminação que seu veículo proporciona. Esse é o farol que está presente na lei citada anteriormente e que deve ser obrigatório em túneis e estradas, mesmo que seja de dia. Além disso ele lhe dará maior visibilidade durante o período noturno e proporcionará maior segurança

  • Curiosidade

É interessante saber que para a lei da luz baixa, o sistema DRL equivale ao farol baixo, graças a um pedido da Policia Federal, quando a lei entrou em vigor. Entretanto é importante saber que isso vale somente para a situação das estradas durante o dia, em túneis e durante a circulação noturna eles já não são aceitos devendo-se usar o farol baixo.

 

Farol Alto

Esses faróis devem ser utilizados quando a iluminação não se faz presente nas vias. É importante que o uso deles seja apenas quando a via é de mão única, e não existe carros vindo na direção contrária. Mas caso sejam utilizados nesse caso, você deve desligá-lo assim que perceber que outro veículo está se aproximando.

Outra utilidade é a de piscar para dar um sinal de que o outro condutor deve ter atenção na via.

 

Farol de Neblina

Beleza não é somente sua função! Esse farol serve para uma função muito específica como o próprio nome já diz: neblinas, além de tempestades, nuvens densas, poeira, e outras situações que podem provocar a baixa visibilidade e provocar acidentes.

Nesses casos o farol comum pode causar excesso de iluminação, refletindo na neblina. Além disso, é indicado que você o use quando quer saber exatamente o que está na sua frente. É devido a isso que sua iluminação é forte e aponta na direção do chão.

É importante lembrar que eles devem ser ligados junto com os faróis baixos.

 

Farol de Milha

Esse é um farol complementar que é instalado em partes mais elevadas do para-choque podendo estar entre os principais do carro, ou acima deles. Ele possui uma luz mais intensa, dura e concentrada, mas sem visão lateral. Sua função é realmente projetar luz para a frente focando em um único ponto para oferecer melhor visibilidade para o condutor do que está a longo alcance.

É importante que você tenha a consciência de que isso pode incomodar os outros motoristas, portanto, é preciso ter o devido cuidado. Além disso é importante utiliza-lo em vias que não possuem nenhuma iluminação própria.

Esse farol deve ser ligado juntamente com os tradicionais, caso ao contrário isso pode lhe gerar multas.

 

É importante que você esteja sempre atento as condições que os faróis do seu veículo se apresentam, assim evitando situações desconfortantes, acidentes, ou até mesmo multas, além, de claro, utilizá-los de forma correta como você viu acima.

Acesse nosso site e veja ótimas oportunidades para você adquirir um Volkswagen 0 Km! Acompanhe nossa página no Facebook e fique por dentro de diversos assuntos do segmento automobilístico.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *