Facebook Twitter RSS
magnify
Home Dicas Recreio Entenda melhor a tecnologia Flex
formats

Entenda melhor a tecnologia Flex

A Volkswagen foi a primeira montadora a lançar um carro com tecnologia flex no Brasil. O Gol Total Flex, lançado em 24 de março de 2003, puxou a fila dos carros flex produzidos no Brasil. Atualmente, o sistema está presente na maioria dos veículos. Mas será que os usuários já descobriram os segredos desta tecnologia?

Já foi abastecer seu carro e o frentista disse que carro flex vicia se você utilizar apenas um tipo de combustível? Realmente é necessário misturar álcool e gasolina de tempos em tempos? Vamos falar dessas e de outras dúvidas para desvendar o que é mito e o que é verdade.

Troquei o combustível do meu carro, preciso rodar um pouco antes de desliga-lo?

A central eletrônica do sistema flex precisa de tempo para reconhecer qual combustível está sendo utilizado. Sempre que a bóia do tanque se move por abastecimento, o sistema procura identificar o que mudou para definir as melhores condições de queima. O ideal é que, ao mudar de um combustível para o outro, deve-se rodar cerca de 5Km antes de desligar o motor. Desta maneira, na próxima vez que a partida do motor for dada, a central já reconhecerá se o carro vai usar álcool ou gasolina.

Devo misturar os dois tipos de combustível?

Se isso fosse uma obrigação possuir um carro flex não faria sentido. Os motores são projetados para rodar com todos os tipos de combustíveis ou suas misturas, independente da proporção ou frequência dos abastecimentos. Isso também derruba a lenda que o primeiro abastecimento deve ser feito apenas com álcool.

Carros Flex nunca tem melhor desempenho ou consumo, se comprados ao motor só a álcool ou só a gasolina?

Para que o motor rodasse tanto com álcool quanto com a gasolina, as fábricas optaram por um meio-termo, mas seguindo uma regra. Se for abastecido com gasolina, o consumo deve ser igual ao do mesmo veículo movido apenas à gasolina. Mas, o carro flex abastecido com álcool, comparado a um carro a álcool similar, tem consumo superior e potência inferior.

Abastecer apenas com álcool afeta a vida útil do motor?

Carros flex são considerados a evolução do carro a álcool e, devido a isso, é equipado com as proteções necessárias para tolerar a agressividade desse combustível. Os componentes do motor que entram em contato com o álcool são projetados para suportar por toda a vida útil. Além disso, por não causar gomas e depósitos, não há carbonização na câmara, o que conserva o motor  mais limpo e não prejudica a qualidade do óleo lubrificante, diminuindo os desgastes.

Carro flex demora a pegar, mesmo com o reservatório de partida a frio abastecido?

O sistema de partida a frio presente nos carros flex resolvem totalmente este problema. O sistema é regulado para injetar gasolina quando a temperatura ambiente estiver abaixo dos 18 ºC. Pode acontecer de o reservatório estar vazio e o motor apresentar alguma dificuldade para dar a partida. No entanto, se essa gasolina acabar, não significa que  a “saúde” do carro será prejudicada, como muitos acham. Essa prática, se usada constantemente, pode, no máximo, gerar uma demanda excessiva por carga, principalmente nos dias frios, e diminuir da vida útil da bateria.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *